DUPLA É PRESA PELA POLÍCIA CIVIL QUE ESCLARECE ROUBO DE 20 MIL OCORRIDO EM LOJA DE TELHAS EM DRACENA

DUPLA É PRESA PELA POLÍCIA CIVIL QUE ESCLARECE ROUBO DE 20 MIL OCORRIDO EM LOJA DE TELHAS EM DRACENA

- em BRASIL, DESTAQUE, ENTRETENIMENTO
36
0
18951028_1388798017870886_2915456206363742323_n

A Polícia Civil, por intermédio das Delegacias de Polícia Especializadas(Dig/Dise/Goe/Cip), prenderam nesta quinta-feira (08/09), dois homens acusados de praticarem roubo a uma loja de telhas, localizada no bairro Jardim Jussara, em Dracena. Os dois homens, um gesseiro, de 28 anos, e um pedreiro, de 41 anos, moradores em Dracena, tiveram as suas prisões temporárias decretadas pela Justiça da Comarca de Dracena e cumpridas pela Polícia Civil.
O crime ocorreu no dia 27 de maio de 2017, por volta das 09h50 min, ocasião em que dois indivíduos, de capacete, dirigiram-se até o estabelecimento comercial e ali, mediante o emprego de uma arma de fogo para subjugarem as vítimas, anunciaram o assalto, subtraindo a quantia de R$ 8.000,00 em dinheiro e mais R$ 12.000,00 em cheque, além de duas bolsas femininas e documentos pessoais. Eles fugiram em uma motocicleta de cor preta, conforme imagens obtidas de câmeras de segurança nas imediações.
Após um trabalho de investigação policial, as vítimas reconheceram os acusados como sendo os autores do crime, sendo, inclusive, apreendido um dos capacetes por eles utilizados.
Face às fundadas suspeitas da participação de ambos nos crimes apurados, foi representado pela decretação da prisão temporária dos envolvidos, sendo a medida deferida pela Justiça.
Ambos os homens, já possuíam antecedentes criminais pela prática do crime de roubo mediante o emprego de arma de fogo, sendo que o gesseiro havia saído da cadeia em 18/11/2015, ao passo que o pedreiro havia sido colocado em liberdade no dia 28/01/2016.
Os envolvidos irão responder pela prática de delito de roubo, sendo que a legislação prevê pena de reclusão de 4 (quatro) a 10 (dez) anos, agravada em um terço até a metade, em razão do concurso de agentes e da utilização de arma de fogo.
Diligências continuam sendo encetadas visando à apreensão da arma de fogo e da motocicleta utilizada na empreitada delituosa, bem como para recuperação do dinheiro, cheque e objetos roubados.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de:

PALESTRA SOBRE A SEMANA ANTIDROGAS EM PRESIDENTE PRUDENTE É MINISTRADA PELA POLICIA CIVIL DE DRACENA

A convite da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas